Se gostou de Stranger Things, então o que está esperando para ler este quadrinho?!

Publicidade

Harmony, o novo nome entre as garotas índigo

0
46

Desde os anos 70, tem havido a popularização do conceito de “crianças índigo” – uma teoria parapsicológica sobre a suposta aparição de uma nova etapa evolutiva, resultando no nascimento de crianças com algum tipo de habilidade psíquica ou extra-sensorial que é reconhecido pelo tom índigo de seus campos áuricos.

Hoje se transformou em uma crença mais ligada à ficção do que às ciências médicas, em parte graças ao romance Chamas da Vingança (1980) de Stephen King, onde Charlene McGee é apresentada como uma menina cujos pais serviram como cobaias para receber uma droga… algo que lhe rendeu poderes psíquicos e habilidade de criar fogo e causar combustões espontâneas.

E, mais recentemente, graças à série Stranger Things (2016 ), em que a pequena Eleven (Millie Bobby Brown) surge como uma garota que desenvolve poderes telecinéticos como resultado de experiências estranhas de uma agência governamental.

O ponto é que as crianças índigo começaram a ser populares novamente, fazendo parte de um novo subgênero dentro da ficção científica; e os quadrinhos não poderiam ser deixados para trás.

Harmony, o novo nome entre as garotas índigo

Em 2016, o ilustrador de quadrinhos e escritor francês Mathieu Reynès, publicou a primeira edição de Harmony, uma história em quadrinhos Europeia que concentra-se em uma garota que acorda num porão desconhecido sofrendo de amnésia. O proprietário da casa é um grande e estranho homem… ele parece muito interessado no bem-estar da garota, por isso fornece comida e pílulas para aliviar sua enxaqueca, embora Harmony prefira não usá-las, porque aparentemente desconfia de seu “cuidador”.Harmony europe comics

Conforme os dias passam, a garota descobre que possui o poder da telecinesia e consegue lembrar que o homem que a mantém trancada na realidade é William “Nita” Torres, um dos pesquisadores que fez parte da investigação em torno do despertar de suas habilidades psíquicos, e desenvolveu um grande apreço por Harmony, a quem ele protegeu como uma filha.

William Nita Torres harmony

É então que o grupo encarregado da investigação, uma equipe militar privada que planeja usar os poderes das crianças com objetivos de guerra, entra em cena: eles aparecem e expõe a verdadeira natureza dos experimentos em torno das diferentes crianças índigo que ficam trancadas; sugerindo que a raiz desses poderes psíquicos vem de uma cultura arcaica de um passado misterioso ainda a ser descoberto.

É uma nova história em quadrinhos e uma opção interessante se você gosta do gênero. É simples, em essência, com a quantidade certa de drama, realismo e ficção científica, em torno da luta do espírito humano contra as agências sem rosto que, com a chegada de sua terceira edição em maio de 2018, concluíram seu primeiro arco de história. E aqueles que tiveram a oportunidade de acompanhar, com toda certeza ficaram com um gostinho de quero mais…

Você já leu esse quadrinho de ficção científica? Aos interessados, clique aqui e confira [Observação: infelizmente ainda não existe uma versão em Português… você terá que traduzir in loco].

Para mais novidades, fique ligado aqui no Jerimum Geek!

No sino, do lado inferior esquerdo vocês se inscreve para receber as últimas notícias do site ou se preferir pode curtir nossa página no Facebook.

Deixe um comentário