Primeiras críticas sobre Transformers: O Último Cavaleiro são divulgadas

Publicidade
0
218
Transformers: O Último Cavaleiro 
Crítica fala sobre Transformers: O Último Cavaleiro  (Foto: Reprodução)
Publicidade

A franquia de filmes Transformers está comemorando seu 10º aniversário deste ano, lançando Transformers: O Último Cavaleiro, a quinta entrada da série nos cinemas. Comercialmente eles tiveram um enorme sucesso, portanto, o conflito entre as versões dos Autobots e os Decepticons continua. Em breve o público poderá assistir O Último Cavaleiro nos cinemas, mas as críticas para o filme já estão. Para aqueles que esperaram que o filme seja uma grande melhoria em relação aos quatro anteriores, o consenso é que você provavelmente ficará desapontado.


Em Transformers: O Último Cavaleiro, o gigante Optimus Prime embarca em uma das missões mais difíceis de sua vida: encontrar, no espaço sideral, os Quintessons, seres que possivelmente são os responsáveis pela criação da raça Transformers. O problema é que, enquanto isso, seus amigos estão precisando de muita ajuda na Terra, já que uma nova ameaça alienígena resolveu destruir toda a humanidade.


“O Último Cavaleiro se destaca como um pedaço incoerente e desarticulado de anarquia visual, fantasia fanboy, bagunça sem graça e personagens emo.“ – Chicago Daily Herald

“O efeito final não é emocionante, é incômodo. É uma canção de ninar performada por um quebra-pedras.” – The Wrap

“Ver um ator do calibre de Anthony Hopkins xingar seu mordomo robô e tentar arrancar risadas por repetir a palavra “cara” é doloroso – mesmo para um filme dos Transformers.” –New York Post

“Ao final, tem muita coisa acontecendo na tela, de modo que ninguém irá conseguir entender o que está assistindo.” – The Weekend Warrior

“Ou esse filme é idiota ou eu sou.” – ScreenRant

“Uma das qualidades da franquia é conseguir balancear a ação de alto risco e explosões com pitadas de humor. O resgate da Terra e o salvamento da humanidade surge com diversas piadas e ameaças para todos os públicos.” – New York Daily News

“Todos os anos, Michael Bay e seus robôs digitais saem de suas masmorras para infligir dano aos neurônios de todo o mundo. Transformers: O Último Cavaleiro é seu ataque mais concentrado, e isso me faz temer pela sanidade do planeta.” – Toronto Star

“É difícil imaginar alguém lendo, ou pior ainda, escrevendo o roteiro e acreditando que isso faria algum sentido pelo menos.” – Tribune News Service

“Não há redenção para ser encontrada aqui, apenas sofrimento.” – Globe and Mail

“Irá agradar os fãs, mas é hora de dar um descanso aos robôs.” – HeyUGuys

“Tem o sabor um pouco mais sexy da distopia iminente e, na verdade, se isso pode ser acreditado, ainda mais superior aos quatro filmes anteriores. Pela primeira vez, a forma hiperativa desordenada e o conteúdo de metal crocante niilístico parecem reforçam-se mutuamente”. – Variety

“Qualquer um capaz de explicar a história quase incompreensível merece algum tipo de prêmio.” – The Hollywood Reporter

“É claro que não é bom.” – Chicago Tribune

“Transformers: O Último Cavaleiro é uma pilha de lixo incompreensível. Mas pelo menos, há um lado positivo sobre isso: você irá esquecer cada cena do filme no momento que sair do cinema.“ – Toronto Sun

“O efeito final não é emocionante, é incômodo. É uma canção de ninar performada por um quebra-pedras.” – The Wrap

“Ao final, tem muita coisa acontecendo na tela, de modo que ninguém irá conseguir entender o que está assistindo.” – The Weekend Warrior

“Ver um ator do calibre de [Anthony] Hopkins xingar seu mordomo robô e tentar arrancar risadas por repetir a palavra ‘cara’ é doloroso – mesmo para um filme dos Transformers.” – New York Post

“Mesmo com os baixos parâmetros definidos por Michael Bay nos filmes anteriores de Transformers, O Último Cavaleiro se destaca como um pedaço incoerente e desarticulado de anarquia visual, fantasia fanboy, bagunça sem graça e personagens emo.“ – Chicago Daily Herald

“O filme inteiro é uma mistura estranha e inquietante de narrativa juvenil e fetichismo militar, mas nunca deixa de entreter, mesmo que pelos motivos errados.” – The Shiznit

“Ou esse filme é idiota ou eu sou.” – ScreenRant

“Uma das qualidades da franquia é conseguir balancear ação de alto risco e explosões com pitadas de humor. O resgate da Terra e o salvamento da humanidade surge com diversas piadas e ameaças para todos os públicos.” – New York Daily News

“Tanto barulho incompreensível que você irá querer bater a cabeça no assento da frente só para ter algum descanso.” – Robert Egbert

“Todos os anos, Michael Bay e seus robôs digitais saem de suas masmorras para infligir dano aos neurônios de todo o mundo. Transformers: O Último Cavaleiro é seu ataque mais concentrado, e isso me faz temer pela sanidade do planeta.” – Toronto Star

“É difícil imaginar alguém lendo, ou pior ainda, escrevendo o roteiro e acreditando que isso faria algum sentido pelo menos.” – Tribune News Service

“[Michael] Bay e [Mark] Wahlberg disseram que esse seria seu último filme na franquia. O estúdio deveria segui-los e dar um golpe de misericórdia a essa série fracassada.” – Arizona Republic

“Não há redenção para ser encontrada aqui, apenas sofrimento.” – Globe and Mail

“Irá agradar os fãs, mas é hora de dar um descanso aos robôs.” – HeyUGuys

“Pela primeira vez, a fórmula hiperativa bagunçada e o niilismo do metal se destruindo parecem reforçar um ao outro.” – Variety

“Qualquer um capaz de explicar a história quase incompreensível merece algum tipo de prêmio.”– The Hollywood Reporter

“É claro que não é bom.” – Chicago Tribune

“Transformers: O Último Cavaleiro é uma pilha de lixo incompreensível. Mas pelo menos, há um lado positivo sobre isso: você irá esquecer cada cena do filme no momento que sair do cinema.” – Toronto Sun

O que você espera de Transformers: O Último Cavaleiro? Não deixe de conferir as novidades do cinema aqui no Jerimum Geek!

Neste sino do lado inferior esquerdo, você se inscreve pra não perder nenhuma notícia do nosso site. Assim você ficará sempre por dentro das últimas notícias do mundo geek. Se preferir curta nossa página no Facebook.

Deixe um comentário