Cinema, Featured

‘Gnomeu e Julieta: O Mistério do Jardim’ ganha vozes de Emily Blunt e Johnny Depp

É uma carta de amor a Londres”. É assim que o produtor e o astro da música Elton John define a animação Gnomeu e Julieta: O Mistério do Jardim (Sherlock Gnomes, 2018), da Paramount Pictures, que estreia nos cinemas brasileiros em 31 de maio. Com direção de John Stevenson – indicado ao Oscar® de Melhor Animação por Kung Fu Panda, o longa dá sequência ao sucesso Gnomeu e Julieta (Gnomeo & Juliet, 2011).

No elenco de vozes, Johnny Depp (Piratas do Caribe) se apresenta como o icônico Sherlock Gnomes, Chiwetel Ejiofor (Doutor Estranho), como Watson, a cantora Mary J. Blige dá vida a Irene, James McAvoy (Fragmentado) é Gnomeu, e Emily Blunt (A Garota no Trem) empresta a voz a Julieta. Também participam Michael Caine (Batman: O Cavaleiro das Trevas), Maggie Smith (da franquia Harry Potter), Stephen Merchant (Logan) e Ozzy Osbourne.

Gnomeu-e-Julieta-O-Mistério-do-Jardim-ganha-vozes-de-Emily-Blunt-e-Johnny-Depp

Depois da destruição dos jardins Montecchio e Capuleto em “Gnomeu e Julieta”, os gnomos deixam suas diferenças de lado e deslocam suas recém-integradas famílias da vida bucólica em Stratford-upon-Avon para Londres. Uma vez instalados, Lord Tijolinho (Michael Caine) e Lady Azulejo (Maggie Smith) se aposentam, deixando Gnomeu e Julieta às voltas com suas novas atribuições como líderes do jardim.

No meio desta nova fase e com muitos desentendimentos, um vilão despercebido invade o jardim e sequestra a família e os amigos deles. “Julieta mergulha com tudo na nova função, Gnomeu sente falta do quanto eles costumavam se divertir, e surge uma distância entre eles”, diz McAvoy. “Julieta lida melhor com as mudanças que Gnomeu”, afirma Emily. “Eles agora estão responsáveis por toda a comunidade dos gnomos e pela limpeza do jardim. Não é bem o que eles tinham em mente no começo da relação”.

Para os fãs de Elton John, o filme está cheio de pérolas escondidas, tanto musicais quanto visuais. “Nossa trilha assinada por Chris Bacon contém muitas referências a melodias clássicas de Elton John costuradas ao longo do filme”, entrega John Stevenson. “A música de Elton é um personagem a mais no filme”, opina McAvoy. “Traz uma energia tão positiva, não só uma nostalgia para os adultos que cresceram ouvindo aquilo mas também para as crianças cujos pais tocaram as músicas em casa. Tem apelo para várias gerações”.

Para mais novidades do Cinema, fique atento aqui no Jerimum Geek

No sino do lado inferior esquerdo, você se inscreve pra não perder nenhuma notícia do nosso site, assim você ficará sempre por dentro das últimas notícias do mundo geek ou se preferir curta nossa página no Facebook ou Twitter

Deixe um comentário