Gal Gadot vai desistir de Mulher-Maravilha 2 se Brett Ratner estiver envolvido

Publicidade

Gadot tem uma postura séria contra os casos de abuso sexual e não quer que seu filme beneficie nenhum dos homens acusados

0
46
Publicidade

Segundo a imprensa norte-americana, a estrela de Mulher-Maravilha, Gal Gadot, não está disposta a retornar para a sequência se Brett Ratner continuar envolvido com a franquia. Motivo? Ele foi recentemente acusado de assédio sexual pela atriz Ellen Page (X-Men: O Confronto Final) e ocupa um lugar na lista [aparentemente interminável] de poderosas figuras de Hollywood que estão sendo acusadas de um comportamento abominável.

Segundo o site Page Six, Gadot tem uma postura séria contra os casos de abuso sexual e não quer que seu filme beneficie nenhum dos homens acusados. E, levando-se em conta que ela é agora um dos pilares mais valiosos do Universo DC, sua saída da franquia geraria um ônus bastante pesado – tendo em vista que qualquer tentativa de substituí-la como a princesa Diana, acarretaria num mal estar com os fãs.

Brett Ratner gal gadot mulher maravilhaA empresa RatPac-Dune de Ratner ajudou a produzir a Mulher-Maravilha através de um acordo de co-financiamento com a Warner Bros., com o próprio Ratner levando para casa uma soma substancial ($$$) como resultado.

“Ela sabe que a melhor forma de atingir pessoas como Ratner é pelo dinheiro”, revelou o site.

A Warner Bros. recentemente optou por não renovar seu acordo de primeira aparência com Ratner, mas seu acordo de co-financiamento com a RatPac-Dune ainda continua vigente por enquanto. Os representantes de Gadot e Ratner ainda não comentaram o fato e um representante da Warner Bros. chamou a história de “falsa”. Apesar dos pesares, parece que a Page Six está certa quanto a notícia.

+ Confira outras novidades aqui no Jerimum!

Neste sino do lado inferior esquerdo, você se inscreve pra não perder nenhuma notícia do nosso site, assim você ficará sempre por dentro das últimas notícias do mundo geek ou se preferir curta nossa página no Facebook.

Deixe um comentário