Dragon Ball Super: porque Goku é pior do que os vilões

Publicidade
0
1415
Dragon Ball Super
Publicidade

Goku, o herói principal de toda a franquia de Dragon Ball, sempre foi um pouco infantil, e suas ações o levaram – e outros – a grandes problemas. No entanto, desta vez, suas ações egoístas o colocaram como responsável por mais mortes do que qualquer um dos vilões da série.

Com o final da Saga Trunks do Futuro, Goku anda vagando, procurando por uma briga. Ele passou algum tempo treinando com Whiz, Vegeta, Gohan e Kuririn, mas nenhum deles dá a ele o que ele realmente quer: uma verdadeira luta total onde ele possa testar a si mesmo. Suas ações variaram de descuidado – destruindo seus próprios campos quando treinando com Gohan – a insano, aplicando um golpe em si mesmo para que ele possa ter uma razão para lutar contra o maior assassino do multiverso.

Mas tudo isso foi perda de tempo. De volta durante a Saga Trunks do Futuro, Goku pediu a Zen-Oh, o deus superior de todo o panteão, para colocá-lo em um torneio entre todos os lutadores mais fortes dos doze universos no multiverso Dragon Ball.

O problema é, Zen-oh é como uma criança infinitamente poderosa. Ele pode criar ou destruir universos inteiros por um capricho. Ele não tem conceito de bem e mal. Até mesmo interagir com ele é perigoso: se você o deixa com raiva, pode significar qualquer coisa desde o fim de sua própria existência até a de toda a criação. Mas, tanto quanto uma criança egoísta como Zen-oh é, Goku dá-lhe um motivo para seu capricho.

No intervalo de tempo entre quando Zen-oh fez a promessa de colocá-lo no torneio e agora, ele tinha esquecido completamente sobre ele. Sabendo disso, Beerus exige explicitamente que Goku não provoque novamente Zen-oh. Enquanto um Deus de Destruição, Beerus prefere não rolar os dados quando se trata de natureza imprevisível de Zen-oh. Quando se torna evidente que Goku vai escolher a sua egoísta vontade para uma luta que supera o perigo que tal torneio poderia ter para toda a criação, Beerus ameaça apagar Goku da existência.

Lembrar Zen-oh sobre o torneio tem condenado uma quantidade literal de incontáveis pessoas para a destruição, juntamente com todo o resto em seus respectivos universos. Você vê, não há prêmio para vencer o “Torneio de Poder” de Zen-oh – apenas uma punição por perder. O universo vencedor sobrevive. O resto não.

No entanto, quando confrontado com as horríveis consequências de suas ações egoístas, Goku não assume a posição de que, enquanto ele ganhar, tudo ficará bem. É claro que Goku nem sequer considera o destino de todos os universos que não são seus.

Ainda assim, uma parte dele claramente sabe que o que ele fez é errado. Quando ele diz a Gohan sobre a possível destruição do universo, ele negligencia mencionar quem é o responsável pelo torneio que existe em primeiro lugar.

Agora não interpretem mal, não achamos que Goku é maliciosamente mal. Afinal, Goku é puro de coração – como vimos alguns episódios quando ele foi mostrado como ainda ser capaz de montar a Nuvem Voadora. No entanto, há um ponto em que as intenções pouco importam quando combinadas contra as consequências das ações. Apesar de ser avisado das possibilidades apocalípticas, o universo poderá ser eliminado da existência apenas porque Goku não poderia esperar sua próxima grande luta.

+ Confira mais novidades de animes aqui no Jerimum!

Neste sino do lado inferior esquerdo, você se inscreve pra não perder nenhuma notícia do nosso site, assim você ficará sempre por dentro das últimas notícias do mundo geek ou se preferir curta nossa página no facebook.