Dragon Ball Super: análise do episódio 55

Publicidade
0
1491

Atenção Spoiler!!!

Após o hiato de uma semana por causa dos jogos olímpicos, Dragon Ball Super retorna a sua transmissão normal. No episódio deste final de semana vemos o real motivo de Zeno Sama querer ver Goku.

No encerramento do episódio anterior, Bills e Whis recebem uma chamada do Omini-Rei pedindo que Goku vá visitá-lo. Imediatamente, Whis chama Goku ao seu planeta para que junto ao seu ajudante (mestre) vá visitá-lo, mas não antes de advertir Goku para não fazer nenhum gesto rude, pois se o fizer, poderá irritar Zeno-Sama, por consequência destruir todo o universo 7.

Whis sugere que ambos devem ir até kaioh-shin pois eles possuem a habilidade do teleporte que diferentemente de Goku, não necessita sentir o ki. O Supremo Senhor Kaioh pode ir até Zeno-Sama em questão de segundos. Whis também revela que a vida Bills depende da preservação da vida do senhor Kaioh, semelhante a Picollo e Kami-Sama.

Enquanto isso Gowasu e Zamasu discutem a respeito do bem e do mal, questionando o papel dos Supremos Senhores Kaioh e um dos bárbaros é cortado ao meio por ele.

Goku e companhia chegam até Zeno-sama e este revela: quero um amigo, quero brincar com você! Goku diz que no momento está muito ocupado, porém pede que depois Zeno-Sama vá visitá-lo na terra. Goku ainda ganha um botão que permite convocar Zeno-Sama qualquer instante.

O episódio se encerra com Goku, Vegeta e Trunks chegado ao futuro, porém Goku é atacado pela resistência acreditando que ele é Black. O episódio se encerra com o cenas do embate entre os guerreiros Z contra black transformado em Super Sayajin Rosa!

Confira o preview do episódio 56:

Deixe um comentário