Conheça sete formas de começar sua aventura em “No Man’s Sky”

Publicidade
0
422
Publicidade

“O que faço em No Man’s Sky?” é uma pergunta que perseguiu a obra-prima espacial da Hello Games desde que ela foi revelada em 2014. A verdade é que nunca algo foi tão fácil de responder: quando existe toda uma galáxia para explorar, como você diz a alguém como começar?

Você pode já saber que o objetivo é chegar ao centro de uma galáxia cheia de planetas únicos. Mas é o que acontece durante o caminho que é um mistério. Enquanto milhões de viajantes se preparam para entrar nesse universo desconhecido e vasto, aqui vão algumas coisas que vão ajudar a sua jornada… Se liga no trailer e depois nas dicas:

1. Conserte Sua Nave

Você irá começar No Man’s Sky com sua pequena nave e ela não estará em boa forma, então, sua primeira tarefa é fazer reparos essenciais, colocar combustível e experimentar seus primeiros passos com o voo.

Alguns marcos estão colocados para você conforme você progride no jogo — como localizar uma estação espacial, reparar o Hyperdrive da sua nave e, por fim, viajar entre sistemas estelares — mas na maior parte do tempo, você é livre para explorar como quiser. E antes de partir, já há muito que você pode fazer no primeiro planeta.

2. Colete Elementos Essenciais

O scanner do seu Exosuit revela elementos valiosos que estão espalhados por cada planeta. Plutônio abastece várias partes da sua nave e mantém os seus sistemas de suporte a vida funcionando, enquanto ferro mantém seus escudos, protegendo você das condições hostis da superfície de um planeta — então você vai querer estocar eles logo.

Combinar elementos permite que você crie materiais para consertar sua nave ou melhorar seus Exosuit e Multi-Tool — enquanto outros têm um preço alto no mercado galático. O espaço de inventário é limitado, mas vale a pena aprender quais elementos se deve guardar.

3. Conheça as Sentinels

Uma expedição mineradora logo no início me apresentou às sinistras e sempre presentes Sentinels — um tipo de polícia galática, que silenciosamente patrulha cada planeta para garantir que a ordem seja mantida. Eles flutuam por aí, escaneando a área que eu estive minerando para checar se eu não fui ganancioso antes de focar em mim com um enorme olho tecno-ciclópico.

Satisfeitos por eu não estar atrapalhando a ordem galática (por enquanto), eles me deixam em paz. Mas é um lembrete arrepiante de que eu estou sendo vigiado — eu eu certamente não quero mexer com eles… ainda.

4. Explore um Planeta

Vagando até por uma pequena área do seu primeiro planeta, você encontrará criaturas únicas, vida vegetal e minerais para escanear, nomear e colocar na Galactic Library (que, por sinal, paga muito bem por suas descobertas) — bem como evidência de civilizações alienígenas. Knowledge Stones ensinam a você palavras de línguas estranhas, o que torna mais fácil negociar com seus falantes nativos e aproximar você das culturas deles.

Também há sinais de viajantes menos afortunados. Restos cheios de fumaça podem ser vistos no horizonte e investigá-los proporciona diagramas para novas tecnologias ou melhorias para o seu Exosuit, nave ou Multi-Tool. Você também irá trombar com scanners de sinal abandonados — faróis que, se você tiver elementos para fazer voltar a funcionar, destacam pontos de interesse como postos de troca, naves caídas ou sinais de transmissão. Cada um desses pode levar a recompensas como recursos valiosos, uma nova Multi-Tool ou até mesmo uma nave maior e melhor.

5. Decole

Deixar o chão em direção ao vasto espaço é uma experiência incrível — há asteroides para atravessar, cargueiros colossais para admirar e outros pilotos dos quais desviar (ou combater, se você estiver se sentindo corajoso). Mas é quando você olha o mapa galático pela primeira vez que a sensação esmagadora de escala aparece.

Cada sistema estelar é cartografado, cada um é o lar de uma variedade de planetas que você pode descobrir, assim que você tiver o diagrama do hyperdrive. É um prospecto interessante que cada pontinho de luz possa ser explorado, particularmente quando um caminho para o centro da galáxia se abre. Um verdadeiro senso de propósito aparece, e viajar para uma estação espacial para comprar, vender e construir as partes necessárias se torna um objetivo importante.

6. Faça Upgrades

O papel que você desempenha na galáxia é bastante definido pelo seu equipamento. Seu Exosuit, Nave e Multi-Tool podem ser modificados de incontáveis formas e diagramas para novas tecnologias e melhorias são comuns — mas o espaço do inventário é limitado, então pensar bem sobre que tipo de viajante você quer ser é importante quando se faz upgrades.

Se exploração e descoberta são o seu foco, adicionar alcance extra para o scanner da sua Multi-Tool irá facilitar a descoberta de novas espécies, enquanto melhorar o seu feixe de mineração irá ajudar você a se tornar um negociador eficiente e rico. Se a sua pegada é mais agressiva, adicionar um Plasma Launcher ou Photon Cannon com upgrades a sua nave pode ajudar na vida de pirataria e a derrubar negociadores e Sentinels mais rápido.

7. Cause Problemas

Se você achar que os olhos das Sentinels em você são intimidadores, ou que os cargueiros espaciais são muito atraentes, é fácil começar uma briga. Mas um aviso: agressão logo no começo do jogo provavelmente vai acabar rápido e as chances de você sair por cima são poucas.

Com os upgrades certos, você terá mais chances — pelo menos contra a primeira onda de Sentinels. Anexar um tipo de shotgun à minha Multi-Tool permitiu que eu derrubasse algumas, mas a vingança veio rápido conforme meu nível de procurado aumentou, mais Sentinels chegaram e eu fui levado à justiça. Igualmente, minhas tentativas de pirataria espacial não duraram muito já que as Sentinels rapidamente vieram em resposta aos meus tiros em um cargueiro.

É claro, em No Man’s Sky você não tem que fazer nada disso — há muito mais que você pode fazer nas suas primeiras cinco horas, mas você também pode passar todo esse tempo e mais no seu primeiro planeta e não ficar entediado.