Game of Thrones: os dragões de Daenerys irão morrer?

Publicidade
0
164
drogon game of thrones 7
Publicidade

A matéria a seguir contém spoilers de Game of Thrones 7×04: Spoils of War, onde Qyburn (Anton Lesser) disse uma frase interessante: “Se eles podem ser feridos, eles podem ser mortos”. Se o último episódio de Game of Thrones é uma indicação, os dragões de Daenerys não são tão invencíveis quanto pensamos.

O conselheiro de Cersei lembra bem que Drogon foi gravemente ferido nos poços de combate de Meereen, e ele tem total confiança de que a trindade de dragões de Dany pode ser derrubada. Tendo estocado vários crânios de dragão e esqueletos, as adegas do Red Keep sozinho são prova de que os cuspidores de fogo podem ser mortos.

+ Game of Thrones 7×06: spoilers do episódio revela duas mortes, e a mais triste não envolve um humano

Não é segredo que Drogon é o dragão favorito de Daenerys. Ele é o maior dos seus três, o mais forte, e graças ao seu indiscutível favoritismo, o mais experiente em batalha. No episódio 4, “The Spoils of War”, Dany rejeita o conselho de Jon Snow para renunciar ao uso de seus dragões e sobrevoos de Drogon sobre o exército Lannister. Ao levá-los à batalha na extensão entre High Garden e King’s Landing, a Mãe dos Dragões literalmente assou os homens de Jaime e os transformou em cinzas. Nós vimos Drogon usar seus poderes de respiração de fogo antes, mas agora que ele cresceu completamente, ele é um monstro verdadeiramente temível dos céus.

Embora consternado com a incineração de sua tropa, Jaime permanece calmo o suficiente para ordenar que os arqueiros apontem para Drogon enquanto ele se prepara para “mergulhar”. Enquanto as flechas acertam o lado blindado do dragão, eles são uma mera distração que força Dany a recuar temporariamente. Precisando de mais poder de fogo, Jaime ordena que Bronn use o Scorpion, a arma mortal que Qyburn revelou a Cersei no início da temporada. Assim como a arma de Chekhov, esta arma medieval foi introduzido com uma garantia absoluta de causar estragos nos dragões de Daenerys.

Não decepcionou. Apesar de Bronn ter perdido seu primeiro tiro, o projétil recebeu a atenção de Dany. Enquanto ela mira em seu alvo e grita, “Dracarys“, Bronn desencadeia um segundo ataque com o Scorpuon e o manda rasgando a asa direita de Drogon. O dragão grita de dor, e como um peso de chumbo, ele e Dany caem pelos céus. É tão emocionante que até Bronn não esconde sua alegria.

Temendo que sua besta querida tivesse sido ferida de forma mortal, Dany pousa o dragão para cuidar de suas feridas. Jaime assiste a cena com bastante raiva nos olhos. Ele matou o Rei Louco, e ele não vai ficar de pé para assistir a sua geração seguir o mesmo caminho. Enquanto Dany tenta remover o projétil da asa de Drogon, Jaime carrega-a, mas quando ele se aproxima de seu tiro final para matar, Bronn o empurra no rio logo que Drogon está se armando para cuspir mais chamas.

Embora Jaime nunca mais tenha a chance de matar os dragões de Daenerys, você pode apostar que Cersei irá.

COMO MATAR UM DRAGÃO

Enquanto “The Spoils of War” ilustrou como os dragões se deparam com um perigo bem real, a história de Westeros ilustra ainda mais a sua vulnerabilidade a tais armas. A arma de Qyburn pode parecer original, mas é uma ferramenta bem usada nas guerras para Westeros.

Durante a guerra civil Targaryen (conhecida como The Dance of Dragons), vários dragões foram feridos ou mortos por escorpiões e lanças. Dreamfyre foi cegado por um Scorpion que finalmente levou à sua morte; Stormcloud foi ferido fatalmente no peito e, durante a Primeira Guerra Donesa, Meraxes, um amado dragão de Aegon, foi quase instantaneamente derrubado com uma lança direta em seu olho. Embora seja verdade que a maioria dos dragões foram mortos duelando entre eles na guerra, também é verdade que alguns foram abatidos por meio dos homens. Não é difícil de imaginar, e se Bronn tivesse apontado sua arma um pouco mais à direita, Drogon seria nesse momento uma coisa do passado.

+ Quem é Rhaegar Targaryen e por que ele é importante nas histórias de Game of Thrones?

Embora o Scorpion provavelmente entrará em ação novamente nos episódios de Game of Thrones, espere que derrote Rhaegal ou Viserion, os menores da trindade de Dany. Drogon já levou suas batidas na temporada 7, e você pode apostar que os outros serão os próximos.

BERRANTE DE DRAGÃO E DRAGÕES DE GELO

O Berrante de Dragão é uma grande corneta que acredita-se ter o poder de controlar dragões. Nos livros, Euron tem um Dragonbinder (berrante de dragão). Acredita-se que qualquer um que sopre o berrante morrerá, mas o dragão que ouvir obedecerá o mestre do berrante. Grifos Valirianos no berrante dizem “Eu sou o atacador de dragões, nenhum mortal me soprará e viverá… Sangue por fogo, fogo por sangue.”

O berrante ainda não foi mencionado na série, o que não significa que nunca tenha aparecido. Algumas temporadas atrás, quando Sam encontra o vidro de dragão enterrado, um berrante também é encontrado junto com as lâminas.

Nos livros, os berrantes possuem uma importância muito maior do que dada na série, existindo mais de um. Além do berrante de Euron Greyjoy, que é entregue a Victarion Greyjoy, Temos o berrante encontrado por Jon (na série é encontrado por Sam), que Fantasma sentiu a presença, o que o deixou agitado. Mance Rayder também afirma ter o lendário Berrante de Joramun, que acaba por ser falso.

Seria interessante ver os berrantes em ação na série, afinal existe o precedente em episódios anteriores, contudo o elemento foi muito pouco explorado para ser algo tão importante nos eventos finais.

Funcionaria? Se os roteiristas inserirem os berrantes, seria possível usá-los para colocar uns dragões contra os outros. Entretanto, como uma pessoa morta poderia comandar os dragões ainda é um mistério nos livros.

Existem outras armas que poderiam derrubar os grandes animais: aço valiriano, vidro de dragão, e mesmo que os dragões sejam em grande parte à prova de fogo, talvez o fogo esmeralda possa causar um grande dano.

No canto das crenças, existe uma que afirma que existem dragões de gelo em Westeros. Embora algumas especulações possam formar-se no lago congelado em Winterfell, outros temem que os Caminhantes Brancos possam transformar um dragão falecido em um novo monstro e entrar para a tropa do Rei da Noite. À medida que o episódio de abertura da temporada sete confirmou, o Rei da Noite não tem nenhum problema em transformar gigantes em Caminhantes, então, quem deve dizer que um dragão está fora dos limites?

Se eles irão morrer por meios humanos ou de Caminhantes Brancos, “The Spoils of War” deixou bem claro que nenhum dragão ficará seguro nas guerras que estão por vir.


Os novos episódios de Game of Thrones chegaram em 16 de julho. Como sempre, a transmissão dos capítulos acontece na HBO e feita simultaneamente no Brasil em relação aos EUA. Vale ressaltar que os episódios serão mais longos, como o 6º episódio, que terá 1 hora e 11 minutos, enquanto o 7º e último episódio terá 1 hora e 21 minutos.

+ Se você curte Game of Thrones e outras séries da HBO, não deixe de conferir as novidades clicando aqui!

Neste sino do lado inferior esquerdo, você se inscreve para não perder nenhuma notícia do nosso site, assim você ficará sempre por dentro das últimas notícias do mundo geek ou se preferir curta nossa página no Facebook.