8 atores que odiavam suas próprias séries de TV

Publicidade
0
695
atores que odiavam suas próprias séries
Publicidade

É surpreendente quantas das maiores estrelas da TV dos EUA têm estado dispostas a derrubar a série que os fez subirem na carreira – ou pelo menos deu uma tonelada de dinheiro para eles.

Ataque da mídia? Esqueça isso! Esses atores estavam felizes em falar o que vinha em mente e morder a mão que os alimentou. Confira a lista com os 8 atores que odiavam suas próprias séries:

1. Charlie Sheen e Angus T. Jones – Two and a Half Men

Sheen foi demitido da série em 2011, após uma discussão pública com seu criador Chuck Lorre, e era caracteristicamente diplomático sobre a coisa toda: “Agora eu posso tomar todos os drinques, nunca mais terei que dar atenção para o que está acontecendo e nunca mais terei que colocar essas camisas bobas enquanto esse bruxo existir na dimensão terrestre“.

Ele continuaria dizendo uma variedade de coisas nada lisonjeadoras sobre a série. Se isso não fosse ruim o suficiente, ele meio que ‘contaminou’ com sua ira o jobem Angus T Jones, que chamou a série de “imundície” depois de abraçar Jesus e exortou os fãs a não assistirem mais. Ele, pelo menos, pediu desculpas e continuou a aparecer na série até o final de 2015.

2. Mischa Barton – The OC

Barton admitiu que, se ela tivesse seu tempo novamente, ela provavelmente não iria se inscrever para The OC.

É algo que eu cheguei tão perto de não fazer“, disse ela. “Eu tive uma grande coisa com a série, as pessoas dizem que são gratas pelo que você tem, mas certamente não era o tipo de coisa que eu esperava que fosse“.

Você poderia pensar que seria bom passar o tempo em um mundo paralelo, onde nossas vidas se tornaram diferentes, mas você só tem que assistir ao episódio de OC ‘The Chrismukk-huh?‘ para perceber que seria provavelmente terrível.

3. Chase Crawford e Penn Badgley – Gossip Girl

Como é que jovens, atraentes estrelas da atração adolescente, acabam odiando as séries que lançaram suas carreiras?

Perguntado sobre seus planos pós Gossip Girl em 2012, Crawford – que interpretou Nate Archibald – disse: “Eu vou procurar a minha dignidade. Minha dignidade está em algum lugar no set. Eu acho que aconteceu em torno da temporada 2. Em meio à terceira temporada, estava tudo fora do lugar.

O ator de Dan Humphreys Badgley fez a mesma coisa ao escavacar a série Gossip Girl um ano mais tarde e promover seu filme Greetings de Tim Buckley.

Se orgulhar de algo é uma sensação realmente agradável – e é um sentimento novo“, disse ele. “Eu posso ter um sentimento um pouco maior que eu não tenho, ao ter que estar constantemente se desculpando pelo trabalho que eu fiz no passado.

4. Shannen Doherty – Charmed

Não é nenhum grande segredo que Charmed perdeu seu encanto através de suas oito temporadas, mas soa como se Doherty – que deixou seu papel de Prue Halliwell após três anos – nunca fosse enfeitiçada por sua magia.

Em Charmed houve alguns momentos em que eu dei o desempenho mais brutalmente honesto que eu poderia ter dado como atriz“, disse ela. “O que você viu veio do meu coração.”

E quando eu olhei para aqueles momentos na série eu sabia que eles não estavam sendo devidamente justos, porque eles estavam em Charmed. É uma série para 12 anos de idade!

5. Katherine Heigl – Grey’s Anatomy

Heigl se recusou a se submeter à consideração do Emmy em 2008, explicando em uma declaração: “Eu não senti que me foi dado o material nesta temporada para justificar uma indicação ao Emmy e em um esforço para manter a integridade da organização da academia, eu retirei meu nome da disputa“.

Um ano depois, ela criticou produtores “cruéis” para fazer o elenco trabalhar 17 horas em um dia, acrescentando: “Espero que isso os deixe embaraçados“. Ela deixou a série sob um clima tenso em 2010, com a criadora de Grey’s, Shonda Rhimes, chamando Heigl de idiota em uma entrevista posterior.

6. Amy Jo Johnson – Power Rangers

Johnson – a original Ranger Rosa – tinha algumas coisas boas para dizer sobre o clássico dos anos 90, chamando-o de “um campo de treinamento surpreendente” que “ensinava-lhe tanto“.

Mas ela não teve medo de falar sobre os salários insignificantes dos Rangers em uma entrevista de 1992. “Literalmente, estávamos sendo pagos, eu acho, no máximo UU$ 600 por semana“, ela resmungou “… e nós estávamos fazendo dois episódios por semana!

Pior, o elenco original de Power Rangers não tem nenhuma taxa residual, o que significa que eles fazem zero dinheiro por qualquer regravação – nenhum verde para a ranger rosa.

7. Billy Ray Cyrus – Hannah Montana

O pobre Billy Ray admitiu em 2011 que trabalhar em Hannah Montana da Disney Channel com a filha Miley despedaçou o seu pobre coração.

Eu vou te dizer agora – a maldita série destruiu minha família“, disse ele. “Eu daria tudo para que a minha família estivesse aqui e todos bem, seguros, sadios, felizes e normais. Seria fantástico… sim eu apagaria tudo isso de nossa história se eu pudesse.

Na época, Cyrus tinha acabado de se separar de sua esposa Tish e alegou que ele não estava falando com Miley – embora ele esteja de bem com sua filha estes dias.

8. Mandy Patinkin – Criminal Minds

Eu pensei que era algo muito diferente“, disse Patinkin, que deixou Criminal Minds depois de duas temporadas em 2007. “Eu nunca pensei que eles iam matar e estuprar todas essas mulheres todas as noites, todos os dias, semana após semana, ano após ano.”

Foi muito destrutivo para a minha alma e minha personalidade“, acrescentou, chamando a sua passagem no programa de o “maior erro público que eu já fiz“.

Não admira que seu personagem Jason Gideon foi horrivelmente assassinado num episódio.

+ Confira mais curiosidades de séries aqui no Jerimum!

Neste sino do lado inferior esquerdo, você se inscreve pra não perder nenhuma notícia do nosso site, assim você ficará sempre por dentro das últimas notícias do mundo geek ou se preferir curta nossa página no facebook.