5 propriedades da Millarworld que estão prontas para a Netflix

Publicidade
0
44
Publicidade

A Netflix já havia anunciado oficialmente a aquisição da editora de quadrinhos Millarworld de Mark Millar, com planos para desenvolver seus próprios filmes e séries de TV com base no conteúdo original. Então, a questão é, o que a Netflix vai fazer exatamente com a Millarworld?

De acordo com o comunicado de imprensa, a Netflix e a Millar planejam “trazer o portfólio da Millarworld de franquias de personagens criticamente bem aceitos através de filmes, séries e programas infantis disponíveis exclusivamente para membros da Netflix no mundo. A Millarworld também continuará a criar e publicar novas histórias e franquias de personagens sob o rótulo Netflix”.

Millar, que dirige Millarworld com sua esposa, Lucy Millar, tem uma carreira de quadrinhos consumada. Ele escreveu para ambos os “dois grandes” editores, escrevendo Os Supremos, Guerra Civil e o Velho Logan na Marvel; enquanto trouxe pela DC Comics a minissérie popular Superman: Red Son e a saga pós-moderna de super-heróis The Authority.

Atualmente, Millar escreve exclusivamente suas próprias criações originais, juntando-se com alguns dos maiores artistas em quadrinhos para criar novas propriedades intelectuais prontas para a adaptação. Três delas já foram adaptadas para filmes: Procurado, Kick-Ass Quebrando Tudo e Kingsman: Serviço Secreto. Juntos, os filmes arrecadaram mais de US$ 1 bilhão globalmente.

Mas essa é apenas a ponta do iceberg Millarworld. Os títulos de Millar abrangem vários gêneros, desde histórias de super-heróis, a ópera espacial e sagas de fantasia.

Com tantas propriedades para escolher, por onde a Netflix deve começar? As propriedades mais conhecidas da Millarworld são Kingsman (baseado no livro de quadrinhos The Secret Service) e Kick-Ass . Com Kingsman: O Círculo Dourado lançando ainda este ano parece que os direitos da propriedade ainda estão com a Fox. A Fox também teve os direitos para a série Kick-Ass, embora o status dessa propriedade atualmente não esteja claro.

Supondo que essas duas séries da Millarworld estão fora da mesa para a Netflix, examinamos o resto do catálogo para determinar quais títulos parecem mais prontos para o tratamento da Netflix e reduziram-se a esses cinco.

Nêmesis

Artista: Steve McNiven

Nêmesis é um homem extraordinário, de vastos recursos, capacidades estratégicas e físicas praticamente sobre-humanas. Ele usa tudo isso para praticar crimes e espalhar terror por pura diversão, escolhendo ao redor do mundo os melhores agentes policiais para desafiá-los, criar o caos e a morte em suas cidades e depois destruí-los completamente.

“E se o Batman tivesse a alma do Coringa? E se, em vez de combater o crime, ele o perpetrasse, sem nenhuma outra razão a não ser puro deleite sádico?” Esta é a premissa de Nêmesis. Pronto para realizar os mais extraordinários feitos de violência e ação, Nêmesis diverte-se torturando os bem-sucedidos representantes da lei. Antes de tudo, ele é um sádico patológico. É arrogante, debochado e desagradavelmente infalível.
Millar parece brincar com os estereótipos das histórias de super-heróis ao conceber um supervilão que não encontra oponentes à altura sobre a face da Terra.

A ideia de um supervilão extraordinariamente talentoso, que comete crimes para espantar o tédio não é original. Nos quadrinhos, basta lembrar de Grendel, de Matt Wagner, criado nos anos 1980 e que também é um milionário que veste uma máscara para se divertir espezinhando as forças da lei. Mas Millar vai além quando torna seu Nêmesis quase infalível e exageradamente cruel. Tudo isso temperado com diálogos rápidos, sequências de ação fenomenais e atos de violência chocantes.

No caso, a violência não é só física, mas moral. Para Millar, não é suficiente apenas criticar, é preciso achincalhar impiedosamente qualquer noção de moral. Tudo isso faz parte da diversão montada pelo roteirista escocês. Essa mistura de ação de super-herói com drama psicológico pode ser uma boa na Netflix.

O Legado de Júpiter / O Círculo de Júpiter

O Legado de Jupiter millar

Artista: Frank Quitely

O Legado de Júpiter de Millar e Quitely examina o mundo que está entrando em sua primeira geração de pós-super-heróis e pretende explorar a conquista de Millar no ideal americano através da sobreposição entre a ficção de super-heróis e a cultura de celebridades.

A série segue principalmente os filhos dos super-heróis Lady Liberty e o Utópico. Enquanto uma dessas crianças, Brainwave, luta ao lado de seus pais e seus aliados, os outros dois, Chloe e Brandon, mostram muito pouco apreço pelas missões de seus pais e aceitam o lado celebridade da coisa.

Já série o Círculo de Júpiter é ambientada no mesmo universo e se concentra em Utópico e Lady Liberty durante o seu auge. Combinar as duas narrativas em uma única série daria a Netflix uma série que se desenrola como uma conquista moderna em Watchmen.

Superior

superior Millar

Artista: Leinil Yu

Superior leva o encanto inocente do herói Shazam! E dá um toque sombrio. A trama gira em torno de um pré-adolescente de 12 anos chamado Simon Pooni, um menino normal com uma boa vida, até adoecer gravemente devido a uma esclerose múltipla.

Quando recebe a visita de um estranho macaco mágico chamado Ormon, Simon vê seu mundo se transformar radicalmente e se torna o que todo fã de super-heróis sempre sonhou. Mas o que o jovem não sabe ainda é que esse seu novo status heroico virá com um preço terrível, principalmente quando Ormon revela-se ser um demônio do inferno e diz a Pooni que ele terá que vender sua alma ao diabo se ele quiser continuar sendo o Superior.

Imperatriz

Artista: Stuart Immonen

Com a Imperatriz, Millar e Stuart se inspiraram em filmes de ficção científica clássicos como Flash Gordon e Star Wars para criar uma das obras mais brilhantes da Millarworld.

A trama segue a Rainha Emporia, casada com uma das mais terríveis pessoas do Universo, um ditador alienígena temido por raças de todas as galáxias. Ela precisa fugir para salvar os três filhos, mas será morta se o fizer. Nesta busca por liberdade, contará apenas com suas habilidades e um fiel guarda-costas.

A história tem o potencial de ser uma ópera espacial com um forte drama familiar no seu núcleo. Uma boa para a Netflix.

Procurado

Artista: JG Jones

Ele já foi transformado em um grande filme, mas sua inclusão pela Netflix no vídeo de anúncio da aquisição da Millarworld sugere que é algo que poderia se transformar em uma nova série ou filme.

Procurado apresenta um sujeito comum que descobre que é herdeiro de um dos mais poderosos supervilões do planeta, que foi misteriosamente assassinado. A revelação é seguida de uma proposta: Ele receberá 50 milhões de dólares se conseguir tornar-se tão bom quanto o pai. Para tanto, terá que passar por seis meses de treinamento com outros vilões. E como não há honra entre quem está do outro lado da lei, é bom que aprenda a se defender logo para manter sua fortuna.

Procurado é uma HQ escura com um final torcido que pode atrair muita atenção dos telespectadores da Netflix.

+ Curtiu a novidade da Millarworld? Então, não perca o melhor da Netflix clicando aqui!

Neste sino do lado inferior esquerdo, você se inscreve pra não perder nenhuma notícia do nosso site, assim você ficará sempre por dentro das últimas notícias do mundo geek ou se preferir curta nossa página no Facebook.